• Bianca Ladeia

Salto Alto: Elegância x Saúde

Atualizado: 9 de Out de 2019


O salto alto é, sem dúvida, um consagrado ícone de sofisticação, elegância e poder entre as mulheres. Difícil encontrar uma mulher que resista ao seu charme.


Ele enriquece as produções, alonga a silhueta, valoriza as pernas e contribui para a criação de uma imagem de sucesso. É a grande paixão de várias mulheres e de homens também, que não resistem ao glamour, sofisticação e beleza do acessório.


Estudos apontam que cerca de 50% das mulheres usam salto alto. Desse total, 71% os julgam desconfortáveis mas, apesar disso, a maioria diz que continuará a subir no salto por motivos estéticos e de elegância.


No entanto, algumas mulheres se preocupam com a possibilidade de o salto alto trazer prejuízos à saúde e, principalmente, causar as indesejáveis varizes nas pernas.


De acordo com a angiologista e cirurgiã vascular, Livia Lyra, “apesar de não haver consenso na literatura se esse tipo de calçado causa varizes nas pernas, alguns estudos já comprovaram que o uso de salto acima de 7 centímetros pode limitar a movimentação da panturrilha (a batata da perna) e diminuir a capacidade de bombeamento do sangue por meio das veias. Essas mudanças nos movimentos da panturrilha, tornozelo e pés causam alteração no retorno do sangue para o coração. A retenção de sangue na perna pode causar inchaço, dor, sensação de peso e cansaço, sintomas semelhantes aos das pessoas com varizes”.


Livia Lyra ressalta, ainda, que “é importante lembrar que saltos acima de 3 centímetros podem trazer outros prejuízos à saúde. O salto alto compromete o equilíbrio, aumentando o risco de torções do tornozelo e quedas. Além disso, pode causar desalinhamento na coluna e no quadril. Ocorre transferência de até 90% da pressão da pisada para frente do pé e isso pode causar joanetes, deformidades nas unhas, metatarsalgia (dores nos ossos dos pés), deformidades nos dedos, calosidades”.


Mas diante do que foi dito, teremos que descer do salto? Não! Jamais!

Estudos apontam que quanto maior o salto e mais tempo em cima dele, maiores são os prejuízos e danos acusados. Então, o importante é ficar atenta aos sinais e sintomas das alterações que foram citadas.


Continuaremos, sim, subindo no salto e desfilando na vida com elegância e sofisticação, porém, sem exageros e com equilíbrio!

5 visualizações

Bianca Ladeia 2019 - Todos os direitos reservados. CNPJ 127653250001-44

Rua Ministro Orozimbo Nonato, 442. Sala 1107. Nova Lima -MG