• Bianca Ladeia

A medicina mudou, e você?

Atualizado: 27 de Set de 2019


Já parou para pensar qual é o impacto da imagem pessoal na relação médico-paciente? Médicos aprendem a essência da Medicina, mas não que terão que administrar um negócio em um mercado competitivo e que o paciente se tornou um cliente. 


Sim, um consumidor que exige todos os direitos de um cliente, mas, que no momento do contato médico, não abre mão de se sentir cuidado e amparado como um paciente. E a imagem transmitida pelo profissional impacta diretamente nessa percepção de valor.


Somos seres extremamente visuais. Oitenta por cento do que nosso cérebro lembra está relacionado ao que vemos, 20% ao que lemos e apenas 10% do que escutamos. Noventa por cento das informações transmitidas para o cérebro são visuais e processadas 60 mil vezes mais rápido do que informações lidas ou ouvidas.

“É possível que a percepção dos pacientes sobre o conhecimento e as habilidades dos médicos seja influenciada pela aparência” Revista científica Jama Dermatology Edição de Agosto de 2016

O conhecimento e as habilidades técnicas nunca serão superados, no entanto, não são mais suficientes. A credibilidade e a segurança percebidas pelo paciente vêm da imagem transmitida pelo profissional no visual, postura e comportamento. Hoje, as pessoas esperam que os médicos tenham com eles próprios, o mesmo cuidado que devem ter com os pacientes. Esperam encontrar médicos de boa reputação, saudáveis, competentes e que passem essa imagem sem esforço, naturalmente.


Um estudo realizado pela Asia Pacific Family Medicine apurou que a forma de falar é o fator que mais influencia e causa impacto positivo na impressão que o paciente tem sobre o médico, seguido da reputação e forma de vestir. Só depois vem a preocupação com os títulos.


É indiscutível o poder que a nossa imagem tem. E aprender a usá-lo é muito inteligente. Tenha coerência em quem você é e na imagem que está passando. Imagem projetada, percebida e conteúdo precisam estar totalmente alinhados.


Em relação à postura, esses são pontos importantes em um atendimento de excelência: receber o paciente na porta; ficar de frente para ele; prestar atenção na postura ao andar, sentar e no tom de voz; estabelecer uma proximidade física adequada; manter contato visual; concentrar toda a sua atenção no paciente; manter a fisionomia receptiva e acompanhá-lo até a porta.


Permita que o paciente não se sinta sozinho com seus problemas e questionamentos. O senso de companheirismo demonstrado, jamais será esquecido. Criar referências positivas é imprescindível para o sucesso.

0 visualização

Bianca Ladeia 2019 - Todos os direitos reservados. CNPJ 127653250001-44

Rua Ministro Orozimbo Nonato, 442. Sala 1107. Nova Lima -MG